Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 14 de junho de 2009

16022009078

 

16022009079

Anúncios

Read Full Post »

23122007165

 Em casa ouvindo pela centésima ducentézima vez…. Beth que nos perdoe….. mas tem dias….

 

23122007164

Read Full Post »

Theo tem duas grandes paixões: ventiladores (máquinas e motores) + Beth Carvalho. Ele brinca inventando coisas assistindo aos dois DVDs da musa que tem; que ele já sabe de trás pra frente; sabendo as ordens das músicas, quem canta com ela, o que acontece no palco (mamãe, porque ela levanta os braços assim…); e ainda a cor da roupa e tal. A paixão é sempre de muito na vida dessa figurinha pequenininha. A gente até não sabe como cabe tanto querer dentro dele… : ) Porque tudo é de muito, muito mesmo. E por isso “aperreia” o juízo da gente e dos pedagogos com isso. : )

Hoje, assistindo Beth Carvalho, o DVD 40 anos de Beth Carvalho (gravado no Municipal), Theo comentou o seguinte quando viu Nelson Sargento cantar aquela música “Chora, agoniza mas não morre…”. Ele falou: mamãe porque quando a gente ouve ele cantando fica com os olhos com vontade de chorar. E eu, que já tinha explicado a ele que a gente também chora de felicidade (isso acontece comigo, e eu tinha que explicar que não estava triste em ocasiões do tipo)…

Nessa hora, eu chorei. Ponto. : ) Meu filho sempre me surpreende (como todos os filhos às suas mães). : )

A música em questão (letra: Beth Carvalho):

Samba,
Agoniza mas não morre,
Alguém sempre te socorre,
Antes do suspiro derradeiro.

Samba,
Negro, forte, destemido,
Foi duramente perseguido,
Na esquina, no botequim, no terreiro.

Samba,
Inocente, pé-no-chão,
A fidalguia do salão,
Te abraçou, te envolveu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura,
E você nem percebeu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura,
E você nem percebeu.

Enquanto vim pra cá, ele tá lá dando “repetir” no controle em Coisinha tão bonitinha do pai (a top na preferência).

ps: Beth Carvalho é lembrada por Theo toda vez que ele adoece. Pode apostar. É do tipo de referência que muita gente faz: a da hora do dengo. Comecei a notar isso. Não quer dizer que quando ele tá bom, ele não assista. Mas é batata acontecer quando ele tá manhosinho…. mamãe, bota Beth Carvalho pra mim. : )

Isso traz referência sobre a minha vida. Até hoje, quando também adoeço (coisa bem rara), eu gosto de comer banana machucada com farinha láctea, geléia de mocotó, mel de abelha. (aposto que tem gente lendo fazendo cara de nojinho). A minha banana machucada seria a Beth de Theo. : )

ps2: Theo imita Beth: bota pano no braço, sacode os braços, fecha os olhos, ajoelha, tem microfones; pede pra gente colocar um banco baixinho na sala que ele faz de palco, pega microfone e dá show. Abaixo fotos de Theo cantando Beth.

Aqui Theo e Beth Carvalho, pré Carnaval de Olinda 2008 (essa estória é um capítulo a parte).

Read Full Post »

Lá em casa já é uma coleção de ventiladores. Tem de todos os tipos, cores; tamanhos e marcas. A galera deixa lá em casa depois de quebrado. E Theo sai desmontando e fazendo “mutações” entre eles. Esse aí Teca já falava dele pra Theo faz tempo. Dizia: Theo me dá uma base de um dos teus pro meu voltar a funcionar legal. E Theo sempre desconversava. Hoje, mais uma vez, Teca falou: poxa, Theo, tu não me deu e agora eu tenho que te dar ele todo. Aí Theo prontamente respondeu: eu não te dei até agora porque eu sabia que isso ia acontecer e tu ia acabar me dando “êle”, Têca (os acentos é porque ele falou todo puxado e manhoso meso). Chamamos ele de “espertinho”, na hora. : )))

ps: avisamos que a gente já não quer mais doações. Já chega de ventiladores lá em casa. Diferente do quarto de qualquer outra criança, o quarto de Theo é lotado de peças: com grades de ventiladores, pés, fios, hélices. É sério: parece mais um ferro velho.

ps1: o ar-condicionado precisou fazer manutenção. Fernando (o “consertador”) foi lá em casa buscar as máquinas. Theo enlouqueceu o juízo dele (ambos, dele próprio e do “moço”, como ele chama). Colou no cara, pergunbtou tudo e pediu: caso ele esteja quebrado, qualquer coisa que seja, traz pra mim, que eu quero. O cara achou uma onda. No outro dia foi levar o ar. Theo, que sempre dá uma cochilada boa à tarde, estava dormindo no horário (Teca disse que ele fez de tudo para lutar contra o sono: estava esperando ansiosamente por Fernando e suas “possíveis peças”). Fernando chegou, mas tinha esquecido… : ( Quando acordou, Theo ficou arrasado. Caboetou a mim pelo telefone….

Mas no outro dia, logo pela manhã, antes de ir a um cliente, foi lá em casa deixar: um motor de um ar-condicionado + uma hélice de ventilador grande + um controle de ar, + um pedaço de um Split. Resultado: Theo chegou da escola e se deparou com as peças. A semana inteira foi de “montação” em casa com as peças de Fernando.

VENTILADOR_RATO

Read Full Post »